Juliana Ribeiro
contato

Juliana Ribeiro lança primeiro CD solo

Juliana Ribeiro lança primeiro CD solo
5 de junho de 2011 juliana

“Amarelo” é resultado de pesquisas da cantora e historiadora e apresenta as matrizes que constituem o samba

Ela é filha do Sol e de Oxum, pertence ao signo de Leão e tem como elemento chinês o fogo. Por esses e outros motivos, Amarelo foi o nome escolhido para o primeiro CD solo da compositora, intérprete e historiadora baiana, Juliana Ribeiro (32). A obra é composta por uma vasta pesquisa que traz inusitada harmonia entre ritmos como o jongo, o semba, o batuque, a Música Popular Brasileira (MPB), o lundu, o ijexá, o maxixe e o samba.Dessa forma, Juliana Ribeiro se apresenta ao público como uma artista completa, sem rótulos ou limitações, durante o show de pré-lançamento do CD, no dia 7 de julho, no teatro da Livraria Cultura do Salvador Shopping, só para convidados. O lançamento aberto ao público acontece em 21 de agosto, no Parque da Cidade, no mesmo dia em que a artista comemorará seu aniversário. O show e o CD são patrocinados pela Bahiagás, pelo FazCultura e produzidos pela Baluart Produtora Cultural.O repertório é formado por composições próprias e de grandes nomes do cenário musical baiano como Roberto Mendes, Tiganá Santana e Reginaldo Souza, feitas especialmente para esse CD, além dos maiores sucessos em seus dez anos de carreira. Cada música carrega um significado especial para Juliana. “Eu vim das águas”, por exemplo, foi composta especialmente para Yemanjá.

“Gostaria de homenageá-la e agradecê-la pela companhia de toda uma vida. Sonhei com o refrão e assim que acordei compus a letra e a melodia”, disse. “Xica Xangô de Ouro”, escrita pelo irmão da cantora, Arthur Ribeiro, é uma das faixas que chamam mais atenção no CD, pela sonoridade do Ijexá. “Edith” foi um presente, pois foi o autor, J. Veloso, quem escolheu Juliana para interpretá-la.

No palco, a cantora usa e abusa de recursos e faz um verdadeiro espetáculo. A união entre o cenário, assinado pelo premiado Rodrigo Frota, e a iluminação, projetada por Pedro Dultra, faz alusão ao sol e à cor amarela, em referência ao nome do CD, e confere dramaticidade teatral ao show. Entre uma interpretação e outra, Juliana entretém o público com histórias sobre os ritmos cantados e que narram a trajetória do samba na música  popular brasileira. “É um espetáculo que reúne três séculos de canção”, diz.

Um dos momentos mais esperados acontece durante a apresentação da música “Atraca Atraca”, que apresenta o ritmo afro-brasileiro chamado Jongo, uma das matrizes pesquisadas pela artista. Para ilustrá-lo melhor, a dançarina e professora Vânia Oliveira (Funceb), foi convidada para coreografar essa manifestação no palco. “A intenção é que a platéia compreenda mais sobre os ritmos através da dança”, explica Juliana.
Formação

Desde o início da carreira, Juliana une pesquisa à criação artística. Como integrante do grupo Zaccatimuana, em 2001, criou o conceito de Música Cultural Brasileira (MCB), voltado para as manifestações da cultura popular. Com o grupo A Quadra de Samba, dedicou-se ao estudo da musicalidade do Recôncavo Baiano e também fez parte do Quarteto Lucaia Jazz.

A artista foi aluna especial da Faculdade de Canto Popular da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e tem formação técnica em canto lírico pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em reconhecimento à grande extensão vocal e a timbragem marcante, ela foi indicada ao Troféu Caymmi 2007, na categoria Cantora Revelação. Recentemente, em 2010, Juliana conquistou o título de Mestre em Cultura e Sociedade, pelo Programa Multidisciplinar da Faculdade de Comunicação da UFBA, com pesquisa focada na construção do samba como um ícone nacional nos anos 1950.

VIA: http://www.conquistanews.com.br/juliana-ribeiro-lanca-primeiro-cd-solo/

data: 7 de julho de 2011
horário: .
local: .
endereço: .
.