Amarelo – 2012

O trabalho é resultado de uma vasta pesquisa que traz a inusitada harmonia entre os ritmos jongo, semba angolano, batuque, MPB, lundu, ijexá, maxixe e o samba. Dessa forma, a cantora se apresenta no palco de forma plena, sem rótulos ou limitações.
O repertório é formado por composições próprias e de grandes nomes do cenário musical baiano como Roberto Mendes, J. Veloso, Tiganá Santana e Reginaldo Souza – feitas especialmente para a cantora. Completa ainda o CD músicas embaladas nestes dez anos de carreira e uma nova interpretação da música “Zé do Caroço”, composta por Leci Brandão.
Cada faixa carrega um significado especial para Juliana. “Eu vim das Águas” foi composta para Yemanjá, “Gostaria de homenageá-la e agradecê-la pela companhia de toda uma vida. Sonhei com o refrão e assim que acordei compus a letra e a melodia” disse. “Xica Xangô de Ouro”, escrita pelo irmão da cantora, Arthur Ribeiro, é uma homenagem aos nossos ancestrais e chama atenção pela sonoridade do ijexá. “Edith” foi um presente de J. Veloso para D. Edith do Prato e para Juliana, que pôde ser a primeira a interpretá-la.
No palco, a cantora usa e abusa de recursos de voz e movimento de corpo para apresentar um verdadeiro espetáculo. A união entre o cenário, assinado pelo premiado Rodrigo Frota, e a iluminação projetada por Pedro Dultra, faz alusão ao Sol e a à cor amarela, em referência ao nome do CD e identidade da cantora, conferindo dramaticidade teatral ao palco. Entre uma interpretação e outra, Juliana entretém o público com histórias sobre os ritmos apresentados e que narram a trajetória do samba na Música Popular Brasileira. “É um espetáculo que reúne três séculos de canções”, diz. Um dos momentos mais aguardados do show é a música “Atraca Atraca”, que traz o rítmo afro-brasileiro Jongo. Para ilustrá-lo, a coreógrafa, dançarina e professora Vânia Oliveira é convidada a assumir o palco junto ao grupo de mais três dançarinos. “ A intenção é que a plateia compreenda mais sobre os ritmos também através da dança”, explica Juliana.
Os shows de lançamento do CD na Bahia já são uma unanimidade. Com sucesso de público e crítica, e direção musical de Duarte Velloso, Juliana Ribeiro agora trabalha para expandir sua carreira na cena musical brasileira e internacional.

“Ela é filha do Sol e de Oxum, pertence ao signo de Leão e tem como o elemento chinês o Fogo. A descrição de sua personalidade leva então a escolha do título do seu primeiro CD: Amarelo.”